27/06/2013
Nova medicao para LLC
Tratamento
Novo medicamento melhora prognstico de pacientes com tipo de leucemia incurvel
Estudo clnico feito sobre a droga obinutuzumabe mostrou que ela aumenta o tempo em que pacientes permanecem sem apresentar progresso da doena.
O tratamento contra a leucemia linfoide crnica, a forma mais comum de leucemia entre adultos e para a qual ainda no h cura, deve ganhar um medicamento novo e mais eficaz do que os disponveis atualmente. Os resultados finais do estudo em torno do novo remdio foram apresentados nesta tera-feira durante o encontro anual da Sociedade Americana de Oncologia Clnica (Asco, sigla em ingls), em Chicago. Segundo a pesquisa, O obinutuzumabe, cujo nome comercial GA 101, proporcionou aos pacientes um maior tempo sem progresso da doena em comparao com o tratamento padro.
A ltima fase dos testes clnicos em torno do novo medicamento foi feita com um grupo de pacientes idosos. Pelo fato de terem uma sade mais debilitada, o tratamento nesses indivduos mais difcil. Ao todo, foram avaliadas 781 pessoas de 39 a 90 anos (a maioria, 82%, tinha mais de 65 anos) que sofriam da doena e que no haviam sido tratadas anteriormente. De acordo com o estudo, pacientes que fizeram uso do obinutuzumabe passaram, em mdia, 23 meses livres da progresso da doena. Esse tempo foi de apenas dez meses entre os voluntrios que receberam o medicamento clorambucil, tambm usado no tratamento da doena.
Segundo Vladimir Cordeiro de Lima, oncologista clnico do Hospital A. C. Camargo, que est no encontro da Asco, a droga age de duas formas: atacando diretamente as clulas cancerosas e estimulando o sistema imunolgico a ajudar a destruir as clulas Para o oncologista, mesmo que esse novo medicamento no represente a cura da leucemia linfoide crnica, ele deu um passo importante em direo a isso. "Essa leucemia mais comum em adultos, principalmente em idosos. Com o envelhecimento da populao, provvel que vejamos cada vez mais casos desta doena, e esses tratamentos nos do a oportunidade de prolongar a sobrevida dos pacientes sem sintomas da doena", diz.
De acordo com a farmacutica Roche, que desenvolveu o medicamento, o GA 101 j foi submetido ao processo de aprovao das agncias regulatrias dos Estados Unidos e da Europa. Espera-se que o processo de aprovao no Brasil, ocorra nos prximos meses.


Fonte: Liana-HIDV
 
[ Voltar ]
Quem somos | O que fazemos | Como colaborar | Momentos | Nossos Parceiros | Em Foco! | Fale conosco